29/01/2012 - oi+beijinhos


 

A vida começa depois dos 40, a vida na farmácia, no hospital... o/

Fim de semana e reunião na casa dos tios, a gente sempre ouve umas pérolas assim, tipo daquela pressão alta que sobe haewhawh pra mim, encontrar os parentes é suuperd+ eles são comediantes e quando bebem então kaham melhor nem falar. Acredito que dá pra classificar os parentes em vários tipos 

 

Parente eclipse solar: acontece de você ver um a cada 300 anos e quando vê não fica nem cinco minutos.

Parente SOPA E PIPA: eles chegam na sua casa e vão logo olhando o que você tem lá de jogos e filmes, se tiver coisa piratex vão dizer eu tenho um desse mas é origina-al!

Parente formiguinha: vocês já viram que quando as formigas estão vindo em direções opostas elas até entortam o caminho que estavam fazendo pra poderem se encontrar de frente e balançar as anteninhas uma com a outra, (acredito que estão dizendo oi, iai!)? Os parentes formiguinha te encontram no meio de uma multidão, de um oceano, do outro lado de uma ponte, não importa, eles fazem de tudo pra ir até lá e dizer só "oi+beijinhos"

Parente formspring: ainda estão usando formspring? Eu nem sei porque nunca usei. Detesto perguntas. Os parentes formspring são capazes de te deixar louco fazendo 400 perguntas antes mesmo de você responder a primeira. E se não falar nada eles ainda deduzem a resposta! Imagino que nossos ancestrais do tipo formispring foram os criadores do extinto Show do Milhão, alguém lembra desse programa? Venderam a ideia ao Silvio Santos por dez centavos porque ele disse "esperem aí que vou ver aqui com os universitários o quanto eles podem desembolsar" .-.

Pacman: esse aí você não pode deixar nada na frente. Todos estão à mesa e por acidente você deixou o pote de sorvete bem perto de onde o pacman sentou. JAERA vacilão o sorvete acaba em 2 segundos.

Mario Bros: ele precisa enfrentar mil obstáculos pra conseguir chegar na sua casa e ainda acontece de ele morrer no meio do caminho.

Ainda na linha dos jogos, é claro que tem sempre um Need For Speed, não preciso nem explicar, num é?! Você encontra esse aí no shopping, ele diz que vai te dar uma carona pra casa mas até chegar lá ele passa não-sei-qts vermelhos, destrói metade da cidade, ganha 347 multas por velocidade e quando ele te deixa na sua casa um minuto após saírem do shopping, ele vai embora dizendo "sempre que precisar estamos aí" PRECISAR PRA QUE? É UMA VEZ NA VIDA OUTRA NA MORTE MERMÃO!

Guia turístico: parente guia turístico é muito legal, sério. Eles querem te levar pra todo lugar e não há nenhum canto que não conheçam.

- Já foi na Fudanga da Pindaíba? 

- Já, pequena cidade litorânea com 3 mil habitantes bla bla bla o clima bla bla bla a vegetação bla bla bla a história bla bla bla quer conhecer? Eu sei ir.

Danoninho Ice: qputz... sempre que você vê essa pessoa vocês ficam que nem dois desconhecidos. Precisa quebrar o gelo toda vez. Eles ficam quietos lá, você não tem o que falar, a coisa fica chata e você vai embora.

Caixa eletrônico: haa quem tem um assim deve gostar! A generosidade é seu ponto alto, sempre dando presentes ou até mesmo dinheiro e só o que ele quer em troca é cuidado e carinho. Não se aproveite dele, é muito feio fazer isso! E também não o abandone *-*

Activia: quer levar toda a família pro lado saudável. Ainda bem que existem poucos assim. O Activia quer que você coma só a salada no almoço e depois mais nada a tarde inteira. Fica querendo te fazer largar o milkshake pra comer nabo e tofu. OOQ? TOFU, É? TOFUDIDO!

Parente espião russo sabotador: essa seria eu! Observo todos e conto tudo aqui pskoskopsakop

 

 

Mudando de assunto, (deixando os parentes quietos antes que eles venham aqui - era só brincadeirinha gent)

Sabe aquele monte de perguntas que vocês respondem muito educadamente e com muita paciência? É, juntei várias delas novamente pra exibir no post. Lembrando que é melhor vocês não terem contado os segredos de suas vidas ali, agora eu não me responsabilizo mais! Os assuntos são completamente aleatórios e nada a ver. Se preparem.

 

Num certo post sobre como matemática é *tão* interessante (não né!) eu procurei num dos meus antigos livros de matemática e achei isto x³ - x coloquei pra vcs fazerem a conta:

 

Para Andy Santana, x³ - x dá o resultado = 1

Bih sugeriu a equação 2+2 ao invés dessa

e Já para o Nicolas, x³ - x = um par de seios

Mandy fez seus cálculos avançados e chegou ao número 123456789

Poly respondeu y + 2(2yx - 3y)

Eu não sei quem ta certo, os meus últimos neurônios foram buscar essa resposta um dia e não voltaram até hoje = nãotonemai

 

Em outro post eu descobri que a JuJu acha que segurança no trânsito é tudo e anda a 40km/h. 

E nenhum dos outros ultrapassa os 200km/h. É bom saber que posso tomar carona com vocês, caras. 

 

Agora, num post sobre 2011, Esse ano eu:

Jéssyka: [cai da escada pela primeira vez! :S]

Camilla: [ganhei roupa e o amor do joe jonas RIALTO]

Bia: [me f*di pra caramba :/ k] 

Nah Sodré: [amei *-*] 

 

Depois eu perguntei se vocês foram educados na base da porrada ou do sermão e qual vocês prefeririam.

 

A bih prefere elogios -ha fiquei imaginando você colocando Coca-cola no reservatório do carro e seus pais elogiando, que legal isso filha, o carro vai adorar o gosto!

A Jéssyka prefere escolher outra coisa. Andy Santana disse porrada com sermão... é tipo quando você compra a casquinha mista do McDonald's, chega uma hora que você nem sabe mais onde é chocolate e onde é baunilha mas é ainda ta muito bom :p

 

Sei que aqui nesse blog os leitores são:

-golfinhos (2)

-leões (2)

-gatos (2)

-cachorros (2)

-ornitorrincos (1)

-ursos polares (1)

-gaviões (1)

-tigres (2)

-pandas (1)

-bichos de estimação de uma mulher gostosa (1)

-pássaros (1)

-seres humanos (2)

 

Ainda falando em animais, os príncipes-sapos existem! Rafa Vieria acha que são milhões. O próprio Nicolas confesou ser um, mari ebert só conhece alguns príncipes-vermes e Agnes Arruda não conhece nem um nem outro e acha isso uma tragédia!

 

Mais perguntas com suas respostas no próximo post e... acho que agora vou deixar que vocês façam qualquer pergunta naquele espaço. Ah sim, eu disse que não gosto de perguntas ç.ç mas com as perguntas que vocês fazem eu consigo lidar o/

 

OBS: ontem meus vizinhos começaram a ouvir Breathe - Prodigy e quase morri de susto... quem não entendeu a observação, ela é referente ao post anterior.

[EDIT]

Vandalando faz aniversário de um ano, essa é a plaquinha:

 Vandalando

Parabéns, Marina (:

 xD ;* (:

 



Por Kelly s 00h13



22/01/2012 - Angry Kelly


 

Atirar? Jogar uma bomba? Demolir? Destruir? Desejar que caia um raio? É, estão aí algumas ações que já considerei. Fins de semana podem ser muito, muito trágicos aqui. Sábado é o dia da dor de cabeça! A minha casa é ao lado da casa de uma simpática família, muito alegre por sinal. Todo sábado tem festa o dia inteiro, churrasco e som alto. Eu não os conheço muito bem, mudaram há pouco tempo, mas posso dizer que já sei todos os CDs que eles têm - não são muitos. Eu nem conheço todos os CDs das minhas melhores amigas mas os CDs deles eu acho que a rua inteira conhece. Colocam o som tão alto que se todos os cinco acidentes do filme Premonição acontecessem ao mesmo tempo aqui na frente de casa não ia dar pra escutar nem um ruído. Depois de umas seis horas disso (de uma da tarde às sete da noite mais ou menos) todo mundo aqui em casa já morreu de dor de cabeça, já acordou e já morreu de novo. Sério, se eu fosse um Transformer eu ia lá pra lutar contra o aparelho de som deles, se eu fosse o Hancock eu jogaria as caixas de som na Tailândia, se eu tivesse o robô Atom do filme Gigantes de Aço eu o mandaria dançar free style sobre as peças do rádio, se o Gulliver fosse meu amigo, eu pediria que os pegasse e viajasse com eles e o som pra Ilha do Medo, se eu fosse a Rainha Vermelha de Resident Evil eu faria o aparelho de som entrar numa pane temporária de 800 anos, se eu fizesse parte do círculo de bruxaria de The Secret Circle eu diria duas vezes música brega, pare de tocar e se eu fosse o exorcista iria pelo menos tirar deles o gosto por músicas estranhas. Talvez se eles ouvissem outras músicas eu não me incomodasse tanto... Naa, mentira, eu ia ficar p da vida também porque tem horas que a gente quer ouvir música e tem hora que não! Mas voltando ao ponto onde eu queria chegar, as músicas que eles ouvem são tipo "bebo, bebo, bebo, bebo pra caralho" "chora corno pode chorar", "vamos raparigar""mais raparigueiro do que eu só papai" --' WTF?!?!?!?!? Tudo bem que a pessoa tem o direito de escolher o que quer ouvir, mas eu também devia ter o direito de escolher não ouvir, não é? Essas assustadoras notas e letras desordenadas (leia forró/funk) nunca foram coisas que eu gostasse de ouvir. Isso é um fato que leva alguns amigos e conhecidos meus acharem que eu sou metida e muito, MUITO, muito chata. Pessoas como eu fazem as outras pessoas dizerem: Não curte forró de jeito nenhum? Mas por que? Tente ser mais eclética menina. Ou então olham pensando: Se não ouve forró e não sabe sambar, não pode ser gente boa. Faz eu me sentir a vilã da novela. E não é verdade? São sempre os vilões que não gostam dos ritmos mais populares e optam por música clássica. Mas nesse caso, música clássica também não é a minha. Os vilões estragam a festa de todo mundo, são uns esnobes, elegantes, inteligentes, dissimulados, cruéis, espertos, ricos, sexy e bem vestidos. *euachoquegostariadeserassim* (tirando a parte da crueldade sanguinária, pode ser?)   

Ao que parece, aqui na minha rua deve ter mais algum vilão de novela, porque alguém se queixou com eles e agora escutam a música bem mais baixo. Felizmente houve um acordo para vilões e mocinhos dessa vez. Caso contrário eu ia colocar em prática aqueles meus pensamentos mais vilânicos

 

\o/

~~~

q medo

 

 xD ;* (:

 



Por Kelly s 21h19



15/01/2012 - E depois das festas?


 

Advertência: Que post mais coisafeia eu fui escrever. Vou levar suspensão agora qpqppqpp

 

Depois das festas, vem o fim das férias e o começo das aulas. Eu tenho certeza que a frase Volta às aulas já começou ou logo começará a atormentar alguns de vocês. Eu já me livrei dessa! hawhaw! Mas não... não posso falar assim porque de algumas coisas eu até que tenho saudade. A vida escolar só fica chata mesmo quando uma coisinha acontece: a matemática deixa de ser "conte as maçãzinhas e as laranjinhas em cima da mesa" e vira 3/4 de maçã com mais 5/6 de laranja vezes 3/16 de melancia. E fração nem é a pior coisa, quem nunca aprendeu fração comendo chocolate? Até ali ainda somos inocentes. Feio mesmo é quando entram as letras. Ixy! 41 N1N6U3M 46U3NT4! É nessa hora que a gente aprende o que é infeerno colega! Lembro até hoje da prova de matemática que eu tirei zero e rasguei em pedaços minúsculos quando cheguei em casa e joguei cada porção numa lixeira diferente. "OH MINHA MÃE NÃO VAI VER, MINHA MÃE NUNCA VAI VER MINHA NOTA AHAHAH" é, mas ela viu ¬¬ a professora, uma dedo duro. Mas nem só de tragédias viveu meu boletim, tá?! Vinha notas altas também. Principalmente em português, informática, depois vinha inglês, geografia, biologia, espanhol, história e... é, já deu pra entender que nas outras matérias eu me virava.   

Mas a saudade que falei não é exatamente por causa de matéria nenhuma (perdoem-me as matérias) e sim por algumas peculiaridades. O primeiro dia de aula do ano é cheio de rituais que se cumprem todos os anos, em todas as escolas de todo o mundo (eu acho que de todo o mundo né?!). Um festival de materiais novos; cadernos, mochilas, estojos, borrachas coloridas, folhas de fichário coloridas ou coloridíssimas, ao contrário dos tênis muito branquinhos. O branco-primeiro-dia nunca mais vai ser tão branco. Nenhuma ponta de lápis sofreu desgaste ainda e você já corre os olhos pela sala. Seus amigos falam, falam e falam mas você não está procurando por vozes conhecidas agora, você quer uma novidade. Precisa achar uma novidade, uma pessoa nova. Só assim o proximo ano não vai ser continuação do anterior. Que menina (tola) nunca imaginou que no primeiro dia de aula ela vai se bater num desconhecido no corredor e ele vai ser estupidamente lindo (membro perdido do McFLY, oii). Ele vai rir (da menina tola) e perguntar por um número de sala. Ela vai soltar faíscas pelos olhos de tão contente ao ver que é a mesma sala dela e assim começa uma paixão pro ano inteiro. Só que a realidade não é sempre assim tão história de fanfic. Ela pode até encontrar o garoto, e ele pode ser bonito sim, nada impossível até aí. Mas essa paixão que era pra existir até depois da faculdade, muitas vezes dura... é... tipo... deixa eu fazer os cálculos... uma média de incríveis... 3 dias. O que vem depois disso é melhor deixar quieto. 

Olha, não quero tirar a fantasia de ninguém ok? Nem contrariar quem já tenha vivido uma história dessas que deu certo. Eu já disse que sou ruim de matemática, posso ter errado nessas contas. Mas sou boa observadora. Dos outros e de mim mesma. De que outra forma eu saberia que a primeira página de muitos cadernos por aí é a mais bonita? É aquela página onde você se concentra desde o cabeçalho (se você fizer cabeçalho, eu nunca fazia mesmo ~.~ preguiça eterna) pra não colocar data do ano passado. Você usa as melhores canetas da sua amiga naquela primeira página e até a letra sai mais caprichada. Isso é até a página 2 mesmo porque depois você já estraga a reputação de bonitinho da vida e mostra o seu caráter. */WAFF JÁ CANSEI DEÇA POHA~DIFUDUWOIQ/*

E se a primeira página é o cartão de visitas, o que dizer da última? Ali fica o par de olhos sedutores do Taylor Lautner que você desenhou durante a aula de física (que vão parecer mais duas ameixas estragadas se você for mau desenhista que nem eu), assinaturas ilústres dos seus colegas, aquela frase brilhante que a sua amiga escreveu "adolescente é que nem papel higiênico; ou ta todo enrolado ou ta na merda.", brincadeiras complicadas pra saber pra quem você vai dar primeiro, se é pro Ashton Kutcher ou pro Penn Badgley ou Chris Evans, e brincadeiras fáceis tipo forca ou jogo-da-velha. Tudo feito durante a aula de artes, lógico. Isso é o caderno feminino. Um caderno mais masculino deve ser bem semelhante só que ao invés de desenhos de olhos serão seios. E nem vou dizer o que eles vão parecer se o guri desenhar mal bagarai... 

A minha época de escola já foi. Ali eu vivi muita coisa, aprendi, caí, sonhei, achava que o meu maior problema na vida seria decorar aquela DISGRACEERA daquela tabuada e realmente não decorei até hoje mas isso não é um problema, quase ninguém sabe mesmo. A vida toda nós encaramos dificuldades que pensamos serem grandes demais e depois vemos que não eram. Nós é que estávamos menores antes de passar por elas. o/ acabei de inventar essa frase, pode escrever no final do caderno dos seus amigos <3 

 

 

Observação: Um dia após escrever esse texto, a menina tola encontrou um gracinha num corredor epkapkepkepokpe Ai se o pego...

 

 xD ;* (:

 



Por Kelly s 09h38



07/01/2012 - O primeiro post do ano uhuu


 

Gente pelamorDDeus eu não fumo kkkk a listinha do post passado rendeu, mas as coisas que fiz marquei com X e as outras não tinham nada a ver, tipo, opções falsas e tal.

E, e... semana passada eu nem apareci, né? Que coisa... Fiquei sem internet, sem computador, sem energia elétrica, sem água, sem comida, sem casa .-. brincadeira, só os dois primeiros é que são verdade. O que seria o primeiro post desse ano no dia primeiro de janeiro foi adiado. Na última semana de 2011 levaram meu PC pra casa do técnico. Nada demais, só pra colocar um juízo no menino. Quando ele voltou, ainda à tempo de passar o ano novo aqui em casa, o que não tinha era internet. Mas até que isso foi o de menos porque havia muitas outras coisas que eu ia precisar além da internet e não tinha aqui. É, meu computador foi formatado e o que me dá mais raiva é que eu sabia que isso seria feito. Era pra ser uma mudança pra melhor; atualizar o Windows, aumentar a memória RAM, colocar também um outro HD pra eu transferir minhas coisas mais importantes, e eu transferi muita coisa pesada pra lá tipo filmes e séries, mas esqueci dos programas instalados... Pensei que ficaria tudo bem só guardando os setups da vida mas não, teve coisa que eu não consegui instalar de novo como o Photoshop e ta fazendo a maior falta porque eu não vivo sem ele!

Esse post era pra ser sobre joguinhos viciantes, principalmente o Angry Birds. Passei o mês de dezembro todo jogando isso no Google Chrome, consegui passar pelos níveis mais impossíveis e tudo pra que? Quando fui acessar vi que os dados da minha conta tinham sido apagados, como se eu nunca tivesse passado por nível nenhum. Nem tenho mais vontade de entrar lá, parece uma besteira mas é um desaforo enorme. Se eu soubesse que uma formatação resultava em tanto transtorno ficava usando o mesmo Windows XP forevermente ao quadrado.

Mas agora, deixando a introdução dramática pra lá, teve pontos positivos também. Um computador meu que se preze tem que ter jogos de carro. Pode ser corrida, pode ser só pra ficar zanzando com o carro pelo cenário, destruindo tudo, explorando... Há muito tempo, no meu primeiro PC, baixei um jogo assim, de carro. O nome é Odysscar, alguém conhece? Deve fazer uns dez anos que eu joguei pela primeira vez. O jogo consiste em passar por determinadas ruas onde um ponto vermelho piscante aparece no mapa. (você pode ver o mapa inteiro teclando M ou uma parte dele no canto do painel do carro) São vários pontos e é uma corrida contra o tempo, que no primeiro nível é de doze minutos. Se por acaso o tempo acabar antes de você conseguir apagar todos os pontos vermelhos não tem problema, pode continuar no jogo conhecendo a cidade pelo tempo que quiser até resolver tentar de novo teclando F9 e recomeçando o jogo. Vale lembrar que essa não é a única forma de perder, se acontecer um acidente no caminho e o vidro do carro ficar trincado, o jogo reinicia do ponto de partida. Mas o que isso tem a ver com os pontos positivos que eu disse? É que eu tenho esse jogo há muito tempo e não sabia como destravar os próximos níveis. Eu aproveitei muito conhecendo apenas a 'cidade' do nível um, mas as pequenas fotos dos outros níveis me deixavam com uma vontaadee! Aí, agora que precisei instalar tudo de novo no meu computador, procurei esse jogo e achei uma versão completa pra download. Eu sei, vai parecer a maior bobagem isso que eu vou dizer (só por causa de um jogo idiota kk), mas fiquei tão contente, foi como se uma longa espera chegasse ao fim. Agora sim eu pude ver os outros níveis e matar a curiosidade. Avançando pelas diferentes fases, o jogo vai do comum ao surreal. A pista do nível seis é um arco-íris COMOASSIN?? Quem quiser baixar o jogo no mesmo link que eu encontrei, clique aqui. 

 

Prós: 

É leve, o download deve durar uns dois segundos e pronto. 

É fácil de instalar. 

O objetivo do jogo e os gráficos são claros.   

Podem jogar duas pessoas, uma com o carro amarelo e a outra com o carro vermelho.

A troca de marchas é manual - quem joga com o teclado: letras A e Z. (Direção e aceleração com as setas.)

É viciante ficar descobrindo cada buraco naquela cidade, jogar o carro no mar, saltar das montanhas, entrar no castelo que tem no nível um kk

 

Contras:

Não é um carro moderno.

O barulho do motor é irritante, recomendo tirar o som do jogo e deixar umas músicas tocando.

O carro pode perder o controle nas curvas, parece até que o asfalto ta molhado po.

 

Imagens do jogo: [*] [*] [*]

 

Os jogos que viciam são muitos, principalmente os que envolvem carros. Esse é um jogo mais antigo, mais clássico, o design não é tão realista, não dá pra comparar ao GTA no visual, mas é um jogo diferente e bem empolgante. 

 

OBS: Eu nem gosto de GTA, gosto mais de NFS *-*

 

 xD ;* (:

 



Por Kelly s 20h33



 



Photobucket

 





Arquivo
01/09/2012 30/09/2012
01/08/2012 31/08/2012
01/07/2012 31/07/2012
01/06/2012 30/06/2012
01/05/2012 31/05/2012
01/04/2012 30/04/2012
01/03/2012 31/03/2012
01/02/2012 29/02/2012
01/01/2012 31/01/2012
01/12/2011 31/12/2011



Todos os direitos
reservados
___________